terça-feira, 31 de março de 2009

Vem aí o Simulado da 8ª série!

Ao chegar à 8ª série, o aluno precisa estar preparado para enfrentar novos desafios. Chega a hora de refletir sobre o aprendizado alcançado ao decorrer de todo o Ensino Fundamental. Nesse momento, também é muito importante se preparar para continuar trilhando um caminho de crescimento e grandes descobertas.
O Simulado é uma das iniciativas do Educandário Padre Gilberto que buscam despertar o potencial cognitivo do aluno, ajudando-o a enfrentar as mais variadas dificuldades que possam surgir na sua trajetória em busca do conhecimento. Além disso, esta atividade possibilita a avaliação do conhecimento adquirido pelo estudante e busca estimulá-lo a estar sempre se atualizando e procurando, constantemente, melhorar o seu desempenho escolar.
Este ano, a frase escolhida para ser o tema do evento é de Albert Einstein: “No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade”.
As provas do Simulado são elaboradas pelos professores que ministram as disciplinas nas turmas da 8ª série e contemplam conteúdos específicos das áreas das Ciências Exatas e Humanas. No dia 02 de abril serão aplicadas as provas de Ciências, Matemática e Inglês. Já no segundo dia do Simulado, os alunos vão responder às questões de Português, História e Geografia.

segunda-feira, 30 de março de 2009

Alunos da 5ª série participam do Enoe 2009



No último sábado, o Educandário Padre Gilberto realizou o Enoe (Encontro de Orientação para o Estudo), evento que envolve os alunos da 5ª série em um momento de orientação, descontração e aprendizagem. Segundo a organizadora do Encontro, Cristiane Sousa, o Enoe tem como objetivo promover a reflexão sobre como se desenvolver na 5ª série com afetividade e segurança.
O evento, composto de várias atividades, aconteceu nos turnos matutino e vespertino. A Orientadora Educacional, Cristiane Sousa, incentivou os estudantes a refletirem sobre as suas posturas e deu várias dicas que podem auxiliá-los nos estudos. Os alunos participaram de um momento recreativo, com o professor de Educação Física Nelson Barbosa e tiveram a oportunidade de ouvir o depoimento da ex-aluna do EPGVS Carla Elainy, que estuda Enfermagem na FTC. Os estudantes ainda participaram de um almoço no Caldeirão Bar e Restaurante. À tarde, os participantes assistiram ao filme ‘As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian’.

Confira os depoimentos:

“O Enoe - Encontro de Orientação para o Estudo - é muito importante para nós, pois nos orienta sobre a nossa entrada na 5ª série. O Enoe está sendo muito legal, estou gostando muito. Tia Cristiane está nos explicando, nos orientando sobre tudo que a gente deve fazer e como agir na 5ª série. A Escola teve uma ótima idéia quando criaram o Enoe. Muito obrigada a Cris, Dilcenéia e a todos. Um beijo a todos.” Manuelle Brito.



“O Enoe é um encontro de orientação, que nos ajuda a ser educados na sala de aula, a respeitar todos que trabalham na escola. A educação é muito importante, serve para a vida toda. A Padre Gilberto é uma escola ótima que está sempre promovendo encontros e muitas brincadeiras. E quero agradecer a tia Cris, Dilcenéia e toda a equipe. Um beijo!” Marcela Silva



“O Enoe é um encontro educacional de alunos de 5ª série que acontece para aprendermos mais e para nos orientar sobre a 5ª série. O Enoe serve também para aprendermos a nos comportar mais na sala de aula, para termos educação na escola e fora dela. É muito legal, mas que pena que é realizado só uma vez no ano e só na 5ª série. Agradeço a tia Cris, tia Dilcenéia e toda sua equipe. Beijos! ”. Ingryd Rocha


“Eu achei o Enoe muito interessante, pois é um momento de brincadeira e de mais conhecimento”. Rafaela Souza









“Eu gostei muito do Enoe. A gente aprendeu mais e brincou muito. Espero que isso aconteça muitas vezes.” Gabriela Quaresma






"Todos os anos, temos uma grande expectativa para o evento, pois é um momento único e especial para as nossas crianças. Mas em especial neste ano, as turmas foram maravilhosas, animadas e bem participativas. Amei o Enoe 2009, superou todas as nossas expectativas. Agora iremos nos preparar para 2010. Meus sinceros agradecimentos a todos (pais, professores, alunos, coordenadores e toda a equipe EPGVS) que contribuíram de forma brilhante para que o evento se tornasse um sucesso. Um carinhoso abraço.” Cristiane Sousa, Orientadora Educacional do EPGVS.


Recadinhos do Coração



video

Veja os slides do Enoe!

sexta-feira, 27 de março de 2009

Aqui, todo dia é dia de festa!




A turminha do Maternal A comemorou o aniversário do ursinho com muita alegria e um delicioso bolo de chocolate.

quarta-feira, 25 de março de 2009

Borboleta nasce em sala de aula



Donas de uma beleza fascinante, as borboletas encantam crianças e adultos. As etapas de transformação de uma lagarta em borboleta são muito interessantes. Mais que conteúdos de ciências, a metamorfose das borboletas é capaz de ensinar lições para a vida.

Quem não gostaria de conhecer melhor esses seres tão mágicos? A Turma dos Pássaros, formada pelos alunos do 2º período, teve esse privilégio. Os alunos acompanharam passo a passo o nascimento de uma borboleta. A lagarta foi colocada em um pote plástico. No outro dia, os alunos puderam perceber que ela havia se transformado em um casulo brilhante. Depois de alguns dias, foi possível ver o casulo se abrir e de dentro dele sair uma linda borboleta preta com listras amarelas. Os alunos e a professora ficaram impressionados com o nascimento da borboleta na sala de aula.


Você sabia?

As borboletas têm espirotromba; um “canudinho” usado para sugar o néctar das flores ou outros líquidos.

Para garantir a "beleza" do artesanato feito com asas de borboleta, os machos são mergulhados, ainda vivos, em um tipo de solvente de tinta, que elimina os parasitas garantindo a "perfeição das formas".

Milhares de borboletas usadas em artesanatos são espécies em extinção.



As Borboletas

Brancas
Azuis
Amarelas
E pretas
Brincam
Na luz
As belas
Borboletas

Borboletas brancas
São alegres e francas.
Borboletas azuis
Gostam muito de luz.

As amarelinhas
São tão bonitinhas!

E as pretas, então...
Oh, que escuridão!

Vinícius de Moraes

Enoe acontece neste sábado


O Educandário Padre Gilberto entende que seus alunos estão sempre em crescimento, enfrentando desafios e transformações. Assim, procura auxiliá-los, proporcionando-lhes momentos de orientação, descontração e aprendizagem. O Enoe (Encontro de Orientação para o Estudo) é uma dessas iniciativas. Este evento envolve os alunos da 5ª série com o objetivo de refletir sobre como aprender e a se desenvolver com afetividade e segurança. O Enoe será realizado no próximo sábado. Participe!

Em defesa da ÁGUA


22 de março é o Dia Mundial da Água.


Com o objetivo de conscientizar os estudantes sobre os problemas relacionados a esse grande recurso natural, a professora de Geografia Karoline Rodrigues realizou uma atividade diferenciada com os alunos da 7ª série. Eles reuniram-se no Auditório do EPGVS, na segunda-feira, para um momento de reflexão e aprendizado. Os estudantes criaram placas de alerta para chamar a atenção sobre a escassez da água. “Eu considero a água um tema de grande relevância e, como professora de Geografia da 7ª série, não poderia deixar de registrar uma data tão importante no calendário ambiental. Gostei demais da participação dos alunos, eles foram dinâmicos, criativos e participativos”, declara Karoline Rodrigues.


terça-feira, 24 de março de 2009

Veja como foi o Simpósio de Educadores!

video

Obs.: Vídeo - Jornal Eventos e Promoções.

Quem educa também aprende



Educadores de diversas cidades participam de cursos realizados pela Rede Pitágoras no Educandário Padre Gilberto

Como sede regional da Rede Pitágoras, o Educandário Padre Gilberto é o espaço onde as diversas escolas parceiras da Rede da Região Sudoeste da Bahia e Norte de Minas Gerais se encontram para juntas participarem de variados eventos. No último sábado, as instituições se reuniram mais uma vez para compartilhar momentos de reflexão e troca de experiências no Simpósio de Educadores. Este evento faz parte do programa de Atividades de Formação Continuada e Desenvolvimento Humano da Rede Pitágoras, que neste ano trabalha com o tema “A sala de aula: intercessão e interseção”.
As atividades do Simpósio de Educadores reúnem em um mesmo espaço os educadores por área de atuação, com o objetivo de estimular a vivência de atividades e o estudo de conceitos relevantes, buscando a tradução desses pontos para a prática educativa. “A Rede Pitágoras se preocupa muito com a formação dos seus educadores, porque sabemos que é a partir dessa formação, da atualização deles, que o nosso trabalho junto aos alunos pode ser melhorado. É formando esses professores, que fazemos com que eles estejam cada vez mais preparados para novas estratégias na sala de aula, novas formas de abordagens dos conteúdos, para que as aulas se tornem cada vez mais prazerosas e os alunos possam aprender cada vez mais”, explicou a coordenadora Regional da Rede Pitágoras Sílvia Queiroz. De acordo com ela, aquele que ensina também precisa aprender. “A gente tem que aprender a ensinar para ensinar a aprender”, concluiu.
Foram oferecidos 11 cursos, com duração de oito horas, que envolveram os professores em atividades reflexivas sobre a sala de aula e as ações imprescindíveis para a promoção da efetiva aprendizagem dos alunos. Cada curso foi preparado de acordo com as especificidades da área de atuação dos participantes. “O trabalho que foi desenvolvido com os professores do Fundamental I foi no sentido de repensar e refletir a prática de sala de aula, explicitando as intencionalidades educativas, explicou a instrutora Heloísa Pinto. Ela revelou estar satisfeita com a participação dos educadores: “É um grupo que está avançando pedagogicamente, que está correndo atrás de uma fundamentação teórica que sustente a prática que vem desenvolvendo. Eu achei o grupo muito forte, um grupo bacana que interagiu, deu exemplo, participou, ilustrou, ou seja, que cresceu naquele momento”, afirmou.
Os participantes demonstraram ter aproveitado bastante o evento para o desenvolvimento de suas competências. Para a professora de Geografia do EPGVS Karoline Rodrigues, o curso foi proveitoso: “É sempre bom ter essa oportunidade para aprimorar nosso conhecimento, para poder colocar isso para os nossos alunos dentro da sala de aula, para dinamizar as aulas, procurando cada vez mais estabelecer os nossos conceitos e ser mediadores do conhecimento”.
As educadoras da Escola Orlando Tavares, em Padre Paraíso - MG, participaram pela primeira vez do Simpósio, pois faz pouco tempo que a Instituição se tornou parceira da Rede Pitágoras. “O curso ajuda muito a utilizar a Coleção. Esse encontro de hoje nos possibilita tirar todas as dúvidas. Só de trocar uma ideia com a instrutora, a gente soluciona todas as dúvidas, contou a professora Adriana Viana. A educadora Sandra Ribeiro, por sua vez, disse estar adorando o evento: “Eu estou achando ótimo. Para dar o primeiro passo com mais segurança, é preciso estar tirando as dúvidas; coisas mínimas que, às vezes, a gente tinha insegurança em fazer e que, agora, ficaram claras. Aprendemos várias maneiras de como fazer para se obter um resultado melhor com as crianças”, declarou.
Mesmo quem já participa do Simpósio de Educadores há alguns anos mostra-se encantado com o evento. É o caso da professora Núbia Rocha, que trabalha no EPGVS, e afirmou que o encontro sempre tem algo novo a acrescentar: “Achei bem interessante a proposta do curso sobre alfabetização e letramento, em que nós pudemos trocar experiências engrandecedoras para o trabalho de cada uma de nós. Existe um intercâmbio muito grande, porque compartilhamos nossos conceitos com os colegas, tornando-os mais amplos. É um olhar totalmente diferenciado, uma troca de experiências. E o resultado é muito positivo, gratificante, avaliou.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Rede Pitágoras realiza curso de capacitação no Educandário Padre Gilberto


No último sábado, além do Simpósio de Educadores, foi realizada pela Rede Pitágoras, no Educandário Padre Gilberto, a Capacitação Administrativa e Operacional, que ofereceu o curso “Interseção e Resiliência: competências para o aqui e o agora”, envolvendo toda a equipe que dá suporte ao trabalho dos professores e das lideranças pedagógicas das escolas parceiras da Rede Pitágoras na Região Sudoeste da Bahia e Norte de Minas Gerais.
Os profissionais responsáveis pelos processos administrativos e operacionais das instituições formam uma equipe muito especial, imprescindível para a perfeita realização das atividades educacionais. Assim, eles precisam estar alinhados ao tema que norteia as ações da equipe pedagógica neste ano: “Sala de aula: intercessão e interseção”.
Relacionando o tema às práticas dos funcionários no seu dia-a-dia, a Capacitação proporcionou aos participantes momentos de interação, descontração e aprendizado. “O curso propõe uma reflexão sobre o fazer dentro da instituição, a partir de uma leitura da realidade atual. A proposta é integrar, incentivar cada participante a superar os obstáculos, expectativas e a concretizar sonhos, através do aprimoramento profissional e relacional”, declarou a instrutora Dayse Regina.
Os funcionários das diversas escolas integradas participaram de várias atividades em grupo, fizeram leituras de textos, ouviram e cantaram músicas, assistiram a vídeos e compartilharam as suas ideias com a palestrante. Os participantes revelaram satisfação com o curso. “É uma coisa muito boa que a empresa está nos proporcionando, para que o funcionário possa aprender mais a conviver no seu dia-a-dia, a se relacionar no trabalho com as pessoas, a atender bem aos pais, aos alunos, desempenhando a sua função cada vez melhor”, avaliou o participante Cleilton Oliveira, que trabalha na portaria do EPGVS.
Esta foi a primeira vez que Renata Sousa, funcionária da Escola Nossa Senhora de Fátima - Brumado, participou da Capacitação. Ela disse ter adorado o curso. “Este evento contribuiu muito para a minha formação profissional; foi maravilhoso. Eu consegui captar todas as informações e espero participar de vários outros eventos. Espero estar aqui sempre”.

sexta-feira, 20 de março de 2009

EPGVS sedia mais um encontro da Rede Pitágoras

Neste sábado o Educandário Padre Gilberto sediará o primeiro encontro do Programa de Capacitação da Rede Pitágoras. Trata-se do Simpósio de Educadores que tem como tema “A Sala de Aula: intercessão e interseção”. Nesses encontros são oferecidos cursos de capacitação para os professores por área de atuação com o objetivo de promover a reflexão sobre a base teórica necessária à prática de sala de aula bem como sua discussão e ampliação. Além dos educadores, o encontro reúne também os diversos funcionários das instituições parceiras da Rede Pitágoras da Região Sudoeste da Bahia e Norte de Minas Gerais. A escola recebe ainda hoje 13 palestrantes vindos de Belo Horizonte, que irão ministrar os cursos amanhã.

Mais um momento de muita interação


O 1º Encontro de Pais e Mestres dos alunos do 2º ao 4º ano do Ensino Fundamental foi realizado no dia 19, às 18h30, no Auditório do EPGVS. A reunião envolveu os pais em um momento de reflexão e troca de idéias sobre aquele que é o local mais extraordinário do espaço escolar: a sala de aula. Dessa forma, eles ficaram sabendo de tudo que acontece neste lugar mágico e ainda participaram de uma dinâmica. Assuntos como recursos pedagógicos, rotina diária, práticas da sala de aula e projetos foram discutidos no Encontro.


"Como pode o peixe vivo
Viver fora da água fria?"




Dinâmica do Peixe

Cada pai recebeu um pedaço de papel e, ao som da música 'Peixe vivo', desenhou um peixe, que foi fixado no nosso aquário.
Nessa noite, "o mar estava pra peixe". Eram peixes de todo tipo.



Os peixinhos foram o ponto de partida para uma reflexão acerca das nossas semelhanças e diferenças.





Assim como os peixes desenhados no Encontro, nós também temos as nossas diferenças. Cada um de nós, pais, professores e alunos, tem sua própria história. Mas apesar de todas as nossas diferenças, somos todos iguais.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Empreendedorismo e Ética


Registrando minhas experiências.

A árvore dos bons frutos.


A escola inteira é uma árvore, e nós a sustentamos.
Os alunos são o caule da árvore; eles aprendem e, por incrível que pareça, também ensinam.
As professoras, diretoras, coordenadoras e todos que trabalham na escola são as folhas; elas respiram o ar, mantendo a escola viva.
E os frutos somos todos nós que estamos na escola, que cultivamos a harmonia, a fé, a alegria e, acima de tudo, o amor.
Com o que aprendemos na escola, plantamos em todo lugar e, assim, tornamos o mundo um lugar melhor pra viver.

Mikael V. Ferreira - 4º ano C
Disciplina: Ética
Professora: Márcia

Imagem: http://www.eb1-montejuntos.rcts.pt/paginaanterior/trabalhos.htm

quarta-feira, 18 de março de 2009

Reunião de Pais e Mestres dos alunos da Educação Infantil e 1º ano Fundamental


Aconteceu ontem à noite, no Auditório do EPGVS, a 1ª Reunião de Pais e Mestres dos alunos da Educação Infantil e 1º ano Fundamental de 2009. Os objetivos e a proposta da Educação Infantil, além dos projetos realizados foram apresentados aos pais no encontro. Em uma demonstração de como são realizadas as aulas com material concreto, a professora Cláudia transformou os pais em alunos por alguns instantes. A reunião foi muito especial e contou com momentos de interação e descontração, como quando foi realizada a Dinâmica da Árvore da Vida. Adaptação, fardamento, horário de chegada, acompanhamento, valorização das atividades, participação nos eventos escolares, importância da agenda, cuidado com o lanche, brinquedos e relatório foram alguns assuntos discutidos na ocasião.


A Árvore da vida foi formada com as sugestões dos pais acerca dos valores que devem ser trabalhados pela Escola.

Pouco a pouco, com a participação de cada um dos pais presentes, a árvore foi sendo montada.


E o resultado foi muito bom. No final, a árvore ficou linda, o que nos mostra que, quando cada um faz a sua parte, podemos construir grandes coisas. Agora, só nos resta esperar os frutos.

terça-feira, 17 de março de 2009

Alunos realizam experimentos no Laboratório de Ciências


No início desta semana, o professor Éber realizou uma atividade prática no Laboratório de Ciências do EPGVS para trabalhar conceitos iniciais da física com os alunos da 8ª série. Foram discutidos assuntos como inércia, força de atrito, movimento, entre outros. Os estudantes tiveram a oportunidade de criar seus próprios experimentos e aprender de uma forma mais dinâmica, unindo teoria e prática. A realização de experiências é muito relevante para desenvolver habilidades de raciocínio no estudante e estimulá-lo para o aprendizado ao aplicar os conteúdos em situações do cotidiano. Os laboratórios são espaços muito importantes para a formação dos alunos, pois possibilitam a aprendizagem de conceitos, do trabalho em grupo e de diversas técnicas. Nosso Laboratório de Ciências dispõe de materiais e equipamentos para as variadas modalidades de experimentos e demonstrações, como: microscópio, esqueleto, coleção de animais e minerais, vidrarias, produtos químicos e outros.

segunda-feira, 16 de março de 2009

EPGVS comemora o Dia do circo



Respeitável público, temos a honra de comemorar o Dia do Circo. O Educandário Padre Gilberto começou a festejar a data na sexta-feira (14/03) com as crianças da Educação Infantil e das séries iniciais do Ensino Fundamental I, que esbanjaram felicidade ao se caracterizarem de palhacinhos e ao participarem das brincadeiras no pátio da Escola. Contudo, nossa festa não parou por aí. Nesta segunda-feira, “o circo veio à Escola”, sem a tenda de lona, mas trazendo bastante alegria para a garotada. Os artistas circenses se apresentaram no palco do Auditório da Escola, com palhaçadas, malabarismos, entre outros números. Esses momentos são valorizados pela Instituição, pois promovem a interação e a socialização entre os alunos, além de ser um estímulo à valorização de nossa cultura.
Palhaços, mágicos, contorcionistas, pernas-de-pau, dançarinos, malabaristas, trapezistas e muitos outros artistas fazem do circo um lugar de muita diversão e encantamento. Entretanto, em meio a tantos artistas talentosos com seus variados números, uma figura sempre rouba a atenção do público: o palhaço. Sim, ele mesmo.
O palhaço é a principal atração do circo brasileiro. E foi justamente para homenagear um de nossos grandes mestres da arte de fazer rir que o dia 27 de março, data de nascimento de Piolim (Abelardo Pinto / 1897-1973), foi declarado oficialmente “Dia do Circo”. Piolim era considerado "o rei dos palhaços". Ele se destacava pela criatividade e pela habilidade como ginasta e equilibrista. O famoso "nariz de palhaço" - aquela bolinha vermelha grudada na ponta do nariz que se tornou conhecida no mundo todo - foi inventado por ele.
Circo é sinônimo de alegria, encanto, magia e sonho. Ele faz a alegria não só das crianças, mas também dos adultos. Não é possível determinar uma data específica para a origem das práticas circenses, mas há indícios de que elas tenham sido iniciadas na China, onde foram encontradas pinturas de 5 000 anos, com figuras de acrobatas, contorcionistas e equilibristas. O circo brasileiro surgiu voltado às classes populares e itinerante, por influência cigana.
Apesar da competição com as novas formas de lazer, essa arte milenar continua a ser passada de geração para geração. E é isso que desejamos, que o circo seja valorizado e lembrado sempre.

Viva o circo!!

Saiba mais sobre:

Piolim
Dia do Circo

domingo, 15 de março de 2009

Viva a ESCOLA!


Hoje é comemorado o Dia da Escola, uma oportunidade para refletirmos sobre esse lugar tão especial que tanto contribui para a construção da cidadania, colaborando para a construção de um mundo melhor para todos nós.
A escola é como a nossa segunda casa, um espaço para o aprendizado, a interação e a união. Depois da família, o ambiente escolar é o primeiro grupo social a que pertencemos. É através da escola que conhecemos novos comportamentos, aprendemos a nos relacionar com o outro, a respeitar as diferenças, a entender que precisamos compartilhar muitas coisas e, assim, ela nos ajuda a perceber a importância de vivermos em comunidade. É um importante referencial, que, ao apontar o caminho que devemos seguir, nos dá ferramentas para construirmos um bom futuro.
Para se pensar em escola é necessário enxergar muito além do espaço físico, é preciso reconhecer que este ambiente só existe a partir das várias pessoas que o formam e dos laços que as unem neste mesmo espaço. Este lugar é fonte de conhecimento e educação, por isso, um dos pilares que sustentam a vida social. A escola oferece ao aluno a oportunidade de ser protagonista de uma grande história, mostrando a ele que, com dedicação e determinação, é possível alcançar inúmeras vitórias.

sábado, 14 de março de 2009

Dia Nacional da Poesia

Hoje o Brasil comemora o Dia Nacional da Poesia, que foi criado em homenagem ao escritor baiano Antônio Frederico de Castro Alves (1847-1871), um dos principais poetas do Romantismo, que nasceu no dia 14 de março.

Saiba mais!

Fé, esperança e caridade

Eram três anjos - e uma só mulher
QUANDO A INFÂNCIA corria alegre, à toa,
Como a primeira flor que, na lagoa,
Sobre o cristal das águas se revê,
Em minha infância refletiu-se a tua...
Beijei-te as mãos suaves, pequeninas,
Tinhas um palpitar de asas divinas...
Eras - o Anjo da Fé! ...


Depois eu te revi... na fronte branca,
Radiava entre pérolas mais franca,
A altiva c'roa que a beleza trança!...
Sob os passos da diva triunfante,
Ardente, humilde, arremessei minh'alma,
Por ti sonhei — triunfador — a palma,
Ó — Anjo da Esperança!... —


Hoje é o terceiro marco dessa história.
Calcinado aos relâmpagos da glória,
Descri do amor, zombei da eternidade!...
Ai, não! - celeste e peregrina Déia,
Por ti em rosas mudam-se os martírios!
Há no teu seio a maciez dos lírios...
Anjo da Caridade!...

Castro Alves

70 anos de Glauber Rocha

Glauber Rocha deixou ainda criança a Conquista do interior para conquistar o mundo. Com "uma idéia na cabeça e uma câmera na mão", inaugurou uma nova maneira de fazer cinema, lançando um novo olhar sobre o Brasil e o mundo.Ousadia, coragem e desejo de mudança são características desse homem inconformado com os problemas de seu tempo. Ele buscou inspiração nas suas raízes e transformou em arte e protesto a dor, a alegria, a fé, a inocência e a corrupção de sua terra, uma terra em transe. Os seus filmes, adorados por uns e odiados por outros, causaram uma revolução no cinema nacional e fizeram de Glauber um dos maiores cineastas brasileiros; são pedaços de uma história que não tem fim, porque como disse o próprio Glauber: "O cinema prolonga a vida. Estas imagens estarão eternas. Além da morte.".

Texto: Ana Oliveira


Um pouco da história de Glauber Rocha:

*Em 14 de março de 1939 nascia na Rua Dois de Julho, nº 105, em Vitória da Conquista, o filho mais ilustre de Adamastor Bráulio Silva Rocha e de Lúcia Mendes de Andrade Rocha, Glauber Pedro de Andrade Rocha. Viveu em sua cidade natal até os 9 anos de idade, de onde partiu para o mundo. A sua primeira parada foi em Salvador, onde concluiu o curso ginasial, o colegial e cursou até o terceiro ano do Direito na Faculdade de Direito da Universidade da Bahia. Suas vivências e experiências na Bahia dos anos 1950 e 1960 viabilizaram o início da construção de uma obra revolucionária constituída de filmes, livros, poemas, peças teatrais, pinturas e desenhos, que revelam a força produtiva desse artista e pensador das coisas da sua terra, do Brasil e do mundo.
Dos meados dos anos 50 até a sua morte, em 22 de agosto de 1981, este criativo e polêmico cineasta baiano produziu uma importante obra cinematográfica, premiada e reconhecida no Brasil e no Mundo. A sua produção fílmica e crítica é constantemente consultada, pesquisada, difundida, discutida e rememorada não só no meio audiovisual, mas em importantes instituições acadêmicas espalhadas em todo o mundo.


*Fonte: divulgação 3ª Semana Glauber "Glauberidades 70".

sexta-feira, 13 de março de 2009

É encenada a peça "João e Maria" no Auditório do EPGVS


Ontem foi a vez dos alunos da Educação Infantil assistirem a uma bela apresentação teatral no Auditório do EPGVS. A peça “João e Maria” foi encenada, nos turnos matutino e vespertino, por professoras do segmento e algumas colaboradoras. A apresentação foi um sucesso. As tias deram um show de interpretação e arrancaram muita gargalhada da garotada.
A encenação desta peça faz parte das realizações do projeto “O mundo imaginário da literatura infanto-juvenil”, que tem entre seus objetivos a valorização da literatura em suas diferentes formas de expressão.

Confira como foi!


quinta-feira, 12 de março de 2009

EPGVS inicia campanha em prol da Saúde Bucal


Com o objetivo de conscientizar seus alunos sobre a importância dos cuidados com a higienização bucal, o Educandário Padre Gilberto iniciou hoje uma campanha em prol da Saúde Bucal com a palestra das dentistas Flávia Rebouças e Carla Aid. As crianças assistiram a um vídeo e, através das explicações de Flávia, puderam aprender a forma correta de escovação dos dentes.

quarta-feira, 11 de março de 2009

“Empreendedorismo e ética também se aprende na escola”



Nesta quarta-feira, a professora Milca ministrou uma palestra sobre ética e empreendedorismo para os alunos do Ensino Fundamental I. Esta iniciativa faz parte do projeto “Empreendedorismo e ética também se aprende na escola”, que objetiva estimular a prática de atitudes empreendedoras e éticas, buscando desenvolver competências e habilidades necessárias para o sucesso dos alunos.
Através de aulas, exercícios, palestras e oficinas, os estudantes serão levados, durante todo o ano, ao autoconhecimento e, consequentemente, ao reconhecimento de seu potencial empreendedor. O trabalho está relacionado com a valorização do potencial humano, com a capacidade de criar e de realizar projetos de maneira ética, permitindo a vivência do sentimento de respeito em relação a si mesmo e ao outro e possibilitando a construção de valores como justiça, solidariedade e diálogo.
Por meio da palestra inicial, as crianças foram incentivadas a refletir sobre as ações humanas, identificando os comportamentos corretos e os incorretos, entre outras coisas. O estudante Luís Gustavo de Castro afirma que ouviu a palavra empreendedorismo pela primeira vez na sala de aula. Ele tem apenas sete anos, mas já sabe o que isso significa. O aluno André Luís Viana, por sua vez, faz uma observação sobre a ética. De acordo com ele, para agir corretamente, a pessoa não pode mentir e deve ser honesta.
Para a estudante Letícia de Medeiros, empreendedorismo é a capacidade de realizar sonhos. Ela afirma que gostou muito da palestra e que aprendeu algumas lições: “Todo mundo é igual, por isso, ninguém pode se diferenciar um do outro”.
O aluno Caio Victor Costa, que estuda a 4ª série, diz que gostou bastante do evento e que não sabia o quanto o tema é interessante: “A palestra incentiva as pessoas a serem éticas. Se as pessoas não eram éticas, elas devem passar a ser éticas e ter respeito às outras”. Ainda segundo Caio Victor, uma atitude ética que deve ser colocada em prática na sala de aula é o saber ouvir a professora. “Ser ético é a gente falar menos e ouvir mais”, conclui.
O projeto “Empreendedorismo e ética também se aprende na escola” está apenas no início e já vem rendendo bons resultados. Entretanto, ainda há muito caminho pela frente.

Elas merecem!


Por inúmeros motivos, no dia 8 de março e em todos os demais dias do ano as mulheres merecem ser lembradas. Os alunos do Educandário Padre Gilberto prestaram uma sincera homenagem às funcionárias da Instituição na última terça-feira em um momento de muita emoção e carinho.


terça-feira, 10 de março de 2009

Escola e família: uma parceria em prol da educação


No final da tarde de ontem aconteceu a primeira reunião de pais dos alunos do 1º e 2º ano do Ensino Médio de 2009. O momento contou com a participação de pais e/ou responsáveis, professores, Direção, Coordenação e Supervisão Pedagógica. O Educandário Padre Gilberto sempre busca reforçar os laços que unem a família à escola, porque entende que esta parceria é fundamental para a formação dos estudantes.
O encontro estimulou reflexões acerca de vários assuntos ligados à preparação e ao futuro dos alunos, como vestibular e mercado de trabalho. A diretora Ana Glória Vaz chamou à atenção para o compromisso da Escola em oferecer uma educação de qualidade, destacando a parceria com a Rede Pitágoras e o porquê da escolha do referencial teórico adotado pela Instituição. Os pais puderam ouvir várias dicas e também tiveram a oportunidade de expressar as suas opiniões.



Confira a lista de filmes sugeridos pela Coordenação:
  • Dúvida
  • O homem –elefante
  • O céu de outubro
  • Billy Elliot
  • Reflexos da amizade
  • A vida no paraíso
  • Aos treze
  • Ser e ter (documentário)

segunda-feira, 9 de março de 2009

“Glauberidades 70”

Programa Janela Indiscreta Cine-Vídeo Uesb e Secretaria Municipal de Cultura promovem III Semana Glauber, nos 70 anos do cineasta conquistense

por Janela Indiscreta Cine-Vídeo Uesb

Há 70 anos, nascia em Vitória da Conquista aquele que é considerado o maior cineasta brasileiro de todos os tempos, mundialmente conhecido como o pai do Cinema Novo: Glauber Rocha. Na semana do seu aniversário, 14 de março, a Uesb, por meio do Programa Janela Indiscreta, e a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, promovem a III Semana Glauber – Glauberidades 70, com filmes, exposição, sessão solene e show musical. As atividades, que contam com o apoio da Fundação Cultural (Funceb) e do Tempo Glauber serão realizadas em diversos espaços da cidade.

Filmes

A Semana Glauber será aberta oficialmente no dia 10, terça-feira, às 19 horas, com sessão especial do Janela Indiscreta, no Teatro Glauber Rocha, Uesb, abrindo também as atividades do programa em 2009. O filme será “O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro”, de Glauber Rocha. A apresentação será da coordenadora geral do Janela Indiscreta, Milene Gusmão, e o comentário, do ator e diretor de teatro, Gildásio Leite.

Na quarta-feira, 11, haverá duas sessões: uma especial do Janela Indiscreta, às 15 horas, na Uesb, com “Glauber, o filme - Labirinto do Brasil”, de Sílvio Tendler, com comentário do professor de Filosofia da Uesb, Itamar Aguiar; e uma às 18h30, no projeto Cinema Seis e Meia, Teatro Carlos Jeovah, com o filme “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, de Glauber Rocha, com comentário do professor de História da Uesb, Tadeu Botelho.

Na quinta-feira, 12, haverá sessão especial do Cine Cidadão, na Praça 9 de Novembro, às 18h30, com o filme “Glauber Rocha: Quando o Cinema Virou Samba”, de José Roberto Torero. E às 19 horas, no Viela Sebo Café, haverá a exibição do filme/documentário “Que Viva Glauber”, de Aurélio Michiles, com comentário da jornalista Macelle Khouri.

Na sexta-feira, 13, o encerramento das exibições será com mais uma sessão especial do Cine Cidadão, trazendo “Glauber, o filme - Labirinto do Brasil”, de Sílvio Tendler, na Praça 9 de Novembro, às 18h30.


Exposições, sessão e show

A programação conta ainda com a exposição “Alguns Instantes Eskolhydos” do artista plástico Júlio Veredas. A abertura da exposição, que ficará no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, de 9 a 14 de março, será às 19 horas.
O público poderá prestigiar também o mural “Glauberidades 70”, do artista plástico Romeu Ferreira, uma homenagem da Uesb ao cineasta, que terá a abertura no foyer do Teatro Glauber Rocha, na terça-feira, 10, às 19 horas.

Na sexta-feira, 13, véspera da data em que o município instituiu o Dia Municipal da Cultura, com a Medalha Cultural Glauber Rocha, haverá sessão solene na Câmara de Vereadores, às 15 horas. E no sábado, 14, dia do aniversário de Glauber, às 21 horas, a Semana Glauber será encerrada, no Centro de Cultura, com o show musical “Kantos sobre Poemas”, de Gutemberg Vieira.

Todas as atividades são gratuitas, e o público está convidado a participar. Mais informações, no Janela Indiscreta, telefone (77) 3425-9330, ou na Secretaria de Cultura, (77) 3424-8215.

sexta-feira, 6 de março de 2009

Homenagem ao Dia Internacional da Mulher



O Educandário Padre Gilberto vem somar-se a todas as manifestações que ocorrem mundialmente na passagem do Dia Internacional da Mulher, neste dia 8 de março. O EPG, nesta oportunidade, presta sua homenagem a todas as mulheres que, diariamente, ajudam a construir um novo amanhã na Escola ou fora dela. Mulheres lutadoras, guerreiras, que se dividem em diversos papéis e com muita força vencem todas as batalhas. Agradecemos e parabenizamos a vocês, que trazem luz, beleza e alegria aos nossos dias.
Nossa homenagem às professoras e demais funcionárias, às alunas e às mães de nossos alunos, que, com a união de suas mãos, cotidianamente, erguem esta Instituição.

Onde está a sua alegria?



Tem alguém alegre aí? Cuidado com o ladrão da alegria!

Calma, não se preocupe! Se a sua alegria estiver bem guardadinha dentro de seu coração, ninguém poderá roubá-la. Foi o que a peça “O ladrão da alegria” nos ensinou. A peça teatral foi encenada ontem no Auditório do EPGVS, nos turnos matutino e vespertino, para um público mais que especial: alunos das séries do Ensino Fundamental I.
Algo despertava a atenção da garotada a cada entrada de uma nova personagem: quem seria a atriz? Bem antes do início da apresentação, elas estavam lá no camarim, se maquiando, se preparando, mas a maquiagem não foi suficiente para esconder as suas identidades, porque o público era bem esperto. As crianças gritavam: “É tia...” e se emocionavam ao ver as suas professoras no palco.
A encenação da peça “O ladrão da alegria” marca o início da realização do projeto “O mundo imaginário da literatura infanto-juvenil” neste ano. A partir de agora, as crianças começam uma emocionante viagem pelo fantástico mundo da leitura e da escrita, na qual, com certeza, vão fazer grandes descobertas.

Confira a opinião do público:

Kalinna Mahara Nunes
10 anos
4ª série A

“Achei muito legal. Aprendi que a gente tem que dividir as coisas, tem que ajudar as pessoas”.




Letícia Lopes
6 anos
2º ano A

“A peça foi boa. Eu aprendi que a gente não pode fazer umas coisas, como não emprestar as coisas para os outros”.




Lorranna Rayanna de Moraes
6 anos
1º ano A

“A peça foi boa. Aprendi que a gente tem que emprestar as coisas para as pessoas”.




Lamark de Sousa

“Foi bom. Aprendi que temos que ter alegria e ser bons com os amigos”.








Ruben Costa Neto
6 anos
2º ano A

“A peça foi ótima. Aprendi que temos que ser bons e ajudar as pessoas”.





Ana Beatriz Fonseca
7 anos
2º ano A

“Ótima, porque a gente aprende a dividir as coisas e que tem que ser obediente”.





Maria Clara Silva
6 anos
1º ano

“Legal. Aprendi que a gente deve brincar com os outros e emprestar os brinquedos. A alegria é a melhor coisa que existe”.




Maria Fernanda Santos
6 anos
1º ano

“Legal. Aprendi muita coisa. A nossa alegria está dentro do nosso coração”.





Hígor César Machado
6 anos
1º ano

“A peça foi boa. Aprendi que as crianças têm que ser boas”.














  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO