terça-feira, 26 de maio de 2009

É realizado o Congresso de Educação 2009



No último sábado, 23, foi realizado, no Auditório do Educandário Padre Gilberto, o Congresso de Educação da Rede Pitágoras, que reuniu cerca de 200 educadores de escolas parceiras da Rede das cidades de Brumado, Caetité, Eunápolis, Porto Seguro, Vitória da Conquista (BA), Padre Paraíso e Pedra Azul (MG). Educadores da rede pública de ensino de Vitória da Conquista também participaram do evento.
O Congresso, que este ano foi baseado no tema “A sala de aula: intercessão e interseção”, teve como objetivo envolver os educadores nas dimensões humana e profissional, como vertentes complementares que formam um ser completo e capaz de produções autônomas. “Nós temos um programa de formação integrada, no qual eu percebo a grande importância das capacitações. Então, esses eventos que realizamos são um grande diferencial. Hoje, eu considero que estamos na linha de frente. A nossa preocupação é exatamente com as mudanças, por isso, que a gente sempre está capacitando de forma sistemática todos os nossos profissionais, explicou o Coordenador Regional da Rede Pitágoras Pompeu de Campos.
Foram realizadas duas palestras no Congresso. No turno matutino, o psicólogo Caio Feijó ministrou a palestra “Preparando os alunos para a vida”, em que abordou questões ligadas à relação com os alunos, mostrando aos educadores como instrumentos da Psicologia do Comportamento Humano podem ser utilizados na busca de um melhor processo de ensino e aprendizagem que ultrapasse as barreiras das salas de aula e garanta uma formação para toda a vida. À tarde, a psicóloga Maria Elaine Cambraia ministrou a palestra “Professor Gestor: quem é esse?”, que promoveu uma reflexão sobre o papel do professor nos dias de hoje, ressaltando a importância do desenvolvimento pessoal como forma de crescer profissionalmente.
Segundo a palestrante Maria Elaine Cambraia, esses eventos são muito importantes para o educador repensar a sua prática cotidiana: “São momentos em que o professor dá uma parada, tem acesso a informações novas e novos conhecimentos. Isso o possibilita fazer uma reflexão sobre aquilo que ele vive no dia-a-dia. Dessa forma, ele pode repensar, refletir, questionar, mas também se colocar e vivenciar um pouco na prática, a partir do que foi exposto pela palestra se aquilo que ele tem feito está dentro do ritmo que hoje a educação tomou. São oportunidades riquíssimas, além de ser algo cobrado hoje do professor, que ele se capacite e enriqueça seu currículo com eventos como este”.
Adriana Pimenta é diretora do Instituto Associados Saber e Cultura, de Eunápolis, e há oito anos participa dos encontros da Rede Pitágoras. De acordo com a diretora, as palestras foram gratificantes por tratar de questões que envolvem o cotidiano das escolas: “Eu adorei. Hoje a palestra foi uma das melhores que eu já vi. Realmente acrescentou para mim como profissional. Eu aprendi tanta coisa, que me fizeram avaliar o meu trabalho como diretora e educadora. Eu saio daqui muito melhor do que eu cheguei”. A educadora Fábia Rodrigues compartilha da mesma opinião. “Os assuntos abordados são assuntos que a gente vivencia no nosso cotidiano; coisas que a gente realmente passa e faz. São muitas sugestões, que são válidas. É importante a gente colocar em prática em sala de aula para melhorar, preparar o aluno para a vida mesmo, levá-lo a ser um cidadão e passar a nos preocupar realmente com a educação das crianças, não apenas com o conteúdo, para que cada sementinha que vai sendo ali plantada possa gerar frutos no futuro. Foi tudo muito bom e para mim foi muito proveitoso”, avalia.
A diretora Maria José Meireles (Escola Nossa Senhora de Fátima/ Brumado) acredita que esses encontros são momentos importantíssimos de troca de experiências. “É uma oportunidade de renovar os professores, todos os envolvidos na educação para não ficarem ultrapassados. Com esses encontros, a Rede Pitágoras tem um parâmetro para medir nosso trabalho, para comparar e ver se a gente está caminhando na linha correta; é muito enriquecedor mesmo”, declara.
Já a educadora do EPGVS Laila Kelly Maia diz que se sente honrada por trabalhar em uma instituição que está sempre capacitando a sua equipe. "Congresso como este serve para validar e agregar em nós educadores o verdadeiro conceito de educação e suas práticas educacionais, deixando ainda mais ávido pela vontade de continuar trilhando este caminho tão gratificante, o de educar”.

1 Comentário:

Ednalva disse...

Só mesmo uma escola nesse porte para fazer eventos tão grandiosos e dos simples magestosos.
Ednalva

Postar um comentário

Comente! Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, bem como conteúdo meramente comercial. A sua opinião é muito importante para nós. Agradecemos a colaboração.

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO